O Sistema S-ICD

Desfibrilador Implantável Subcutâneo

Procedimento de Implante

O Sistema S-ICD é o primeiro e único CDI subcutâneo do mundo que oferece proteção contra parada cardíaca súbita ao mesmo tempo em que deixa o coração e a vascularização intocados

CDI Inteiramente Subcutâneo

O Sistema S-ICD pode ser implantado usando apenas pontos de referência anatômicos, eliminando, assim, a necessidade de fluoroscopia durante o implante:

  • Reduz a exposição à radiação dos pacientes e dos médicos
  • Elimina a necessidade do colete de chumbo durante o implante
Técnica de Implante
Antes do implante, registre um ECG de superfície de 3 eletrodos para avaliar a adequação dos sinais de superfície que se correlacionam com a detecção do dispositivo
Depois de o paciente ter sido devidamente preparado e o campo cirúrgico isolado, uma incisão é feita para colocar o gerador de pulsos na linha axilar média entre os 5º e 6º espaços intercostais.
Depois de o paciente ter sido devidamente preparado e o campo cirúrgico isolado, uma incisão é feita para colocar o gerador de pulsos na linha axilar média entre os 5º e 6º espaços intercostais.

Colocação Ideal

Uma radiografia depois do implante mostra a colocação ideal do gerador de pulsos e do eletrodo subcutâneo.

Excelente Resultado Estético
30 dias pós-operatório
30 dias pós-operatório
60 dias pós-operatório
A colocação do gerador de pulsos em uma bolsa discreta oferece excelentes resultados estéticos, mesmo em pacientes bem magros. Depois de implantado, o Sistema S-ICD não limita o alcance dos movimentos e a maioria dos pacientes consegue retomar suas atividades diárias normais em curto espaço de tempo após o procedimento.
Topo (Inicio)