Diagnóstico

Como as arritmias atriais são diagnosticadas?

Para diagnosticar uma TSV (taquicardia supra-ventricular), o médico faz um eletrocardiograma (ECG), um exame indolor que utiliza eletrodos colocados sobre a pele para mostrar como os sinais elétricos viajam através do coração. O ECG pode ser impresso em papel. Analisando o padrão impresso de seu coração, o médico pode determinar qual o tipo de ritmo que você está apresentando.

ECG de Fibrilação Atrial

Normalmente, uma arritmia atrial é classificada de acordo com a maneira em que começa e para.

  • Uma arritmia paroxística – começa subitamente e para por si mesma
  • Uma arritmia persistente – começa e continua até ser parada com tratamento
  • Uma arritmia permanente ou crônica – é um ritmo que impede o retorno a uma frequência cardíaca normal

No entanto, se as arritmias atriais vêm e vão, um ECG regular pode não conseguir mostrar o problema. O médico pode sugerir outros exames que envolvem usar um pequeno monitor durante vários dias na tentativa de registrar um episódio. Seu médico explicará qual o tipo de exame mais indicado para você.

Topo (Inicio)